domingo, 18 de setembro de 2011

**** AGARRADOS

LIBERTAMOS  OS  DESEJOS  CONTIDOS
BEIJOS  INESPERADOS 
E  AS  LINGUAS  UMIDAS  E  QUENTES
BRINCAVAM  NAS  BOCAS  COMO BALAS
AGUÇAVAM A  VONTADE
DEIXAVAM ESCAPAR, CONTIDOS  SUSPIROS
AS MÃOS  PASSEANDO LIVRES  PELA  PELE
O CORAÇÃO  JÁ SE SENTIA  EM  TODO O CORPO
E  OS  DEDOS DEDILHAVAM
SEUS  MAMILOS E  SEIOS  SEM  RECEIOS
O CALOR  E  SUOR  PROVOCAVA  OS  ANSEIOS
ESPERADA  A  HORA DE  POSSUIR
ESSE  CORPO EXCITADO SUADO
CONTROLES  PERDIDOS
AS  MÃOS  COLADAS  EM CADA  PALMO EM CADA  CURVA
E PELES  JÁ  COLADAS
PROCURANDO AS  ENTRANHAS
IR AS  ALTURAS
ENTRAR NESSA  AVENTURA
ERA SUA  , A  HASTE  DURA
SUAS  MÃOS INDICANDO CAMINHO, QUENTE  ÚMIDO
ESCORREGAR ONDE DEDOS FORAM  BRINCAR
DEIXARAM  O CIO, CHEIOS DE ARREPIO
E SEM PECAR SEM ESPERAR
CHEGA O ENTRA E VAI
ESCORREGA  E  SAI
ATÉ MORRER AGARRADOS , SEM DOR 
NO MESMO SEMEM  DO NOSSO AMOR


Nenhum comentário:

Seguidores

PERTO DE DEUS

PERTO DE DEUS
VIDA

Arquivo do blog

POETA DOS POETAS

Minha foto

AMO A ARTE  EM TODA  PARTE  , NAS  LETRAS  NAS  TINTAS  , VIVO  A  ESCREVER  E  A PINTAR  A  VIDA  ,