segunda-feira, 16 de julho de 2012

***UM POUCO DE TUDO

   CONTINUO  NAVEGANDO , POR  MARES  QUE  NÃO ESCOLHI
VOU  , EM MEIO A ESSA  FUMAÇA QUE  NÃO  SE DISSIPA, NÃO  ME  TIRA  DAQUI
NÃO  CONSIGO  FUGIR
EM MEIO A SUPLICAS  DE  UM MUNDO , QUE  NÃO QUER  ME  OUVIR
VOU ATORDOADO POR  PROMESSAS, QUE  POR  AI  OUVI
ONDE  UM  OMBRO?, PARA  ME  ACOLHER  APÓS  OS  TOMBOS.
QUERO DESABAFAR , DESATAR  ESSE  NÓ, QUE  ME  PRENDE  DOS  SEGREDOS. 
DE  VOLTAR  A  AMAR  SEM  MEDO
SEI!  SOU RESPONSÁVEL , PELO POUCO QUE  CONQUISTEI
MAS  AINDA  ENCONTRO  A  ESSÊNCIA  DO AMOR  
NO POUCO
DE  TUDO  QUE  JÁ  
VIVI.

Nenhum comentário:

Seguidores

PERTO DE DEUS

PERTO DE DEUS
VIDA

Arquivo do blog

POETA DOS POETAS

Minha foto

AMO A ARTE  EM TODA  PARTE  , NAS  LETRAS  NAS  TINTAS  , VIVO  A  ESCREVER  E  A PINTAR  A  VIDA  ,