segunda-feira, 31 de outubro de 2011

SÓ SE VOCÊ ..NÃO QUISER

    O DESERTO DA  SOLIDÃO. ME  ENVOLVEU
ME  DEVOLVEU A  DOR  , DEPOIS  QUE  PARTIU.
 VAGO PROCURANDO ALGO DE  VOCÊ.
ÚNICO REFÚGIO , ONDE  QUERO  ME  ESCONDER.
A DOR DA  SUA  AUSÊNCIA ,
 QUE APAGAR . MINHA  AURA  PULSANTE.
VIVO AGORA EM  UM MUNDO DISTANTE.
EM  UMA  CIDADE  PERDIDA.
SUA  AUSÊNCIA  , VEM  COMO  ÓLEO FERVENTE
FERVE  COMO NÓ , EM MINHA  GARGANTA
NA  LÁGRIMA , QUE   SUFOCA,
O FRIO DESSA  SAUDADE  COMO LAMINA.
QUE  CORTA AS  MÃOS ,
 QUE ESTÃO FRIAS COM A  SOLIDÃO.
O CORAÇÃO ..CLAMA  POR  JUSTIÇA
MAS  NÃO  SOU  UM  RENEGADO.
AINDA  LEMBRO  OS  MOMENTOS .
TE  PROCURO , NAS L´GRIMAS  NO ESCURO
E SÓ VEJO  CHÃO DESMORONAR, SOB MEUS  PÉS.
ME  JOGA  PARA  DENTRO  DA  DOR.
PARA  DENTRO DAS  TRISTEZAS...
E  SUAS  PALAVRAS VEM  COMO , UMA  EXPLOSÃO  NEBULOSA.
VEM  ME  FAZER  VOAR , DENTRO DOS  PESADELOS,
OS  BEIJOS  ME  APARECEM , CHEIOS  DE  AREIA.
MANCHADOS  DE  SANGUE., DE  DORES  DE  DESPEDIDA.
AS  LEMBRANÇAS  ME  ACORDAM
E  ME  FAZEM  VER  ..QUE  NÃO  SOU  SEU  DEUS.
E  QUE  MEU  MUNDO
AGORA  ESTA  DEVASTADO
E  AINDA  NOS  ESCOMBROS  DA ESPERANÇA.
SEI QUE  DAS  PROMESSAS  NÃO  VOU  VIVER,
SE  VOCÊ  NÃO  MAIS  
ME  QUISER



Nenhum comentário:

Seguidores

PERTO DE DEUS

PERTO DE DEUS
VIDA

Arquivo do blog

POETA DOS POETAS

Minha foto

AMO A ARTE  EM TODA  PARTE  , NAS  LETRAS  NAS  TINTAS  , VIVO  A  ESCREVER  E  A PINTAR  A  VIDA  ,