quinta-feira, 29 de setembro de 2011

****AMARGA SOLIDÃO

    VIVENDO EM  UM MAR
SEM  BARCO ,PARA  NAVEGAR
UM SILENCIO QUE  ENTRA  SOA
ATORDOA
NÃO PERDOA
UM FRIO INTENDO
SEM SENSO
COMO  UMA  ESTRELAS  SOLITÁRIA
VAGANDO NO ESPAÇO
SEM , UMA  PESADA  CRUZ
UM PÁSSARO PERDIDO
SEM  CANTO SEM  NINHO
UM  NÕMADE   SEM  AGUA NO DESERTO
AS  DORES  VIVENDO TÃO PERTO
SÓ EXISTE UMA  SOLUÇÃO
VOLTAR  A  ME  ACEITAR
NESSE  SEU  RICO
CORAÇÃO

Um comentário:

OZNA-OZNA disse...

infinitas gracias dulce y sensible poeta por dejarme la estela que conduce a tu bella morada, sin esperar ser molestia me quedo en ella para que mi alma se sienta acariciada con la belleza de tus letras, besinos de esta amiga admiradora.

Seguidores

PERTO DE DEUS

PERTO DE DEUS
VIDA

Arquivo do blog

POETA DOS POETAS

Minha foto

AMO A ARTE  EM TODA  PARTE  , NAS  LETRAS  NAS  TINTAS  , VIVO  A  ESCREVER  E  A PINTAR  A  VIDA  ,